NOVEMBRO AZUL


Congemas participa da campanha Novembro Azul e reforça o alerta para o cuidado com a saúde dos homens

NOVEMBRO AZUL

O Congemas participa da campanha Novembro Azul e reforça o alerta para o cuidado com a saúde dos homens

 

11 de novembro 2020

“Seja a favor da vida, da saúde e do amor”

Com essa mensagem o Congemas participa da Campanha NOVEMBRO AZUL e reforça o alerta para o cuidado com a saúde dos homens, principalmente no que se refere ao câncer de próstata, com orientações voltadas para desconstruir medos e ideias preconceituosas relacionadas à saúde do homem.

É importante ter consciência da fragilidade da natureza humana e das transformações do corpo ao longo dos anos, se permitir mudar hábitos ao invés de “fazer pouco caso”. O primeiro passo é procurar orientação médica e torná-la regular, conforme a necessidade, com realização de consultas periódicas e exames preventivos.

O acompanhamento médico aumenta a possibilidade de ter um diagnóstico precoce e, consequentemente, as chances de sucesso no tratamento se por ventura for identificada alguma doença. 90% dos casos de câncer de próstata diagnosticados precocemente têm cura. Dados do Sistema de Informação de Mortalidade apontam que em 2018 esse tipo de tumor causou a morte de 15.576 homens, muitas poderiam ter sido evitadas caso tivessem uma rotina de cuidados médicos.

Em 2020, a estimativa do Instituto Nacional de Câncer (INCA) para novos casos de câncer de próstata é de 65.840, só no Brasil, um crescimento de 29,2% do segundo tipo de câncer que mais mata os homens, perde apenas para o câncer de pulmão. Porém, é preciso observar que no quadro geral, contando todas as Neoplasias (tumores), a estimativa eleva para 309.750 casos novos. (CONFIRA TABELA DO INCA)

Em tempos de pandemia lidamos com um cenário refletido pelo isolamento e distanciamento social, com consequências para todos e todas. Ainda assim, a saúde é uma questão essencial e, apesar do NOVEMBRO AZUL destacar a prevenção ao câncer, vamos lembrar TODOS OS HOMENS de resgatar o cuidado com o monitoramento da sua saúde física e mental.

 

POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO HOMEM

Em 2009 foi criada a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH), de forma alinhada com a Política Nacional de Atenção Básica, para a realização de ações e estratégias de atenção integral à saúde do homem, estimular o autocuidado e o reconhecimento da saúde como direito social básico e de cidadania de todos os brasileiros.  

Segundo informações do Ministério da Saúde, a normativa é dividida em eixos prioritários, que englobam o acesso e o acolhimento na rede pública de saúde, o planejamento familiar, o incentivo ao acompanhamento da paternidade desde a gestação, a prevenção de violências e acidentes e o cuidado em relação às doenças prevalentes na população masculina.

 

SAIBA MAIS

Ministério da Saúde - Campanha incentiva homens a cuidarem da saúde de forma integral

INCA - Como prevenir o Câncer

 

 

Por Danielle Cantanhede